Love Cuca
Subscrever Texto
mail submit

Mindfulness para uma vida mais calma (dicas)

Posted on

Com as agendas apertadas e o stress profissional e familiar do dia-a-dia, é quase inevitável não cair no erro de passar as 24h do dia em estado latente de ansiedade, a não dar importância às coisas boas e a lamentar o passado.
Percebo e sei que às vezes falta tempo. O tempo anda sempre contra nós. Ou nós andamos contra ele! Perdemos demasiado tempo a ansiar pelo dia de amanhã, demasiado tempo a sofrer com coisas passadas e desaproveitando os dias que nos passam pelas mãos (não referindo as distracções digitais que nos tiram o foco do essencial).
Como sabem, pratico yoga. Ajuda-me imenso a relaxar, a estar em equilíbrio. Porém, há outros métodos para acabarmos o dia mais bem humorados, menos stressados e, por isso, ter uma vida mais calma e mais feliz. Deixo aqui as dicas da professora de meditação e mindfulness Leah Santa Cruz:

Meditar: é a melhor forma para “desligar” de tudo e treinar o cérebro a estar presente. E tem benefícios a longo prazo: melhora a concentração, a saúde física e cardíaca, reduz o stress e retarda o envelhecimento.

Respirar: as técnicas de respiração são óptimas para momentos de ansiedade. Leah diz que a respiração consciente é uma boa forma de concentrar a energia e acalmar a mente, o que ajuda a ter uma respiração profunda e estável.

Parar de pensar demasiado: estamos normalmente tão presos aos pensamentos que nos esquecemos de ver e viver o que está realmente à nossa frente. Quando estamos a fazer algo, devemos concentrar-nos no que vemos, no que cheiramos ou provamos ou sentimos e no que está à nossa volta.

Praticar a gratidão: sermos gratos pelo que temos é uma forma de colocar os pés no chão. E quando refletimos sobre essas coisas, aproximamo-nos do presente.

Fazer pausas dos telefones e das redes sociais: o vício! Passamos o dia dependentes de mil aplicações e até para falar com os nosso amigos usamos o Whatsapp. Fazer um esforço e combinar mais cafés (ou chás :P)

Trocar os gritos por um momento de pausa: um dos momentos mais comuns em que o “mindfulness” pode ajudar é nos serões com a família. Podemos perceber que estamos irritados e escolher a raiva como resposta. Ou podemos escolher uma resposta diferente e, ao invés de gritar, baixar a voz.

Não ter expectativas: uma das coisas que mais ansiedade cria são as expectativas que colocamos no futuro e isso faz com que não consigamos apreciar o presente. Expect nothing, appreciate everything!

Faça uma pausa para o almoço: no trabalho: uma pausa significa afastar-se da sua secretária, dar uma volta, relaxar e esquecer o trabalho durante meia hora. Fazer uma pausa deliberada e afastar-se do trabalho é uma forma consciente de melhorar a sua concentração e reduzir a quebra que dá depois do almoço.

Observar o dia a dia: andamos em piloto automático em muitos momentos. Deixamos de ver. Mas uma das formas mais simples de começar a incutir o mindfulness na sua vida é encontrar uma forma de se conectar com tudo aquilo que está à sua volta. E podem ser coisas simples: as sensações do seu corpo enquanto lava os dentes ou a loiça ou enquanto anda na rua ou vai no comboio para o trabalho.

Exercícios para sermos mais felizes. Espero que resulte 🙂

partilhar
0