Love Cuca
Subscrever Texto
mail submit

Fim de semana

Posted on

Às vezes não sei se é feriado ou fim de semana. Gosto de ir à missa ao domingo. E quando é domingo, fico a saber onde estou e para onde vou, não só pelo lado espiritual em si, mas porque me situo na semana. Nós, músicos, é assim: trabalhamos ao contrário do mundo; quando a maior parte das pessoas descansa, é a hora de estarmos lá para lhes trazermos música. É um trabalho muito bonito, sem dúvida, por ter essa função – a de libertar e fazer libertar os que por momentos descansam. Nós não temos horas certas para descansar, mas vamos tendo ao longo dos dias e das viagens. Acredito que há sempre conta certa no universo. Sou do grupo daquelas pessoas para as quais a palavra fim de semana é sempre uma semana. Passam semanas sem fins de semana e de repente aparece um que não se esperava! Às vezes por se desejar tanto, valoriza-se mais ou sabe melhor. No fundo, tudo o que se valoriza mais sabe melhor, daí estar sempre a dizer que o meu mote de vida é saber agradecer. Se soubermos agradecer o que temos, e não nos compararmos com os outros, acabamos por ser mais simples e consequentemente mais felizes. Há quanto tempo não me sento no sofá a comer pipocas e a ver um filme?! Ohhh, que saudades! Mas nunca pensei que um dia ia cantar à Índia, e ter tempo para dar um mergulho naquele mar quente. Sim, tenho saudades de estar em casa, mas nunca pensei um dia viajar até à Índia! Uau! Isso estava muito para lá dos meus planos. Surpresa da vida! Sim, eu sou ao contrário, eu passo tanto tempo na rua e só quero é estar em casa, ter alguma rotina. Tenho tantas saudades da rotina! De qualquer das formas, todas as vidas tem sempre um lado bom, e o segredo está em não queimar e aproveitar o que há! O que vem… deixar fluir o rio e ter o corpo todo à deriva desse rio que vai com certeza dar ao mar, se não travarmos o caminho escrito pelo universo.

Este fim de semana canto em Lagoa, mas vou ter um dia de família!! Ahhhh que bem que me vai saber!!!

Deixo-vos umas dicas para este fim de semana, quem sabe não nos encontramos num destes planos 🙂

– Brunch. Porque não? Dar descanso à nossa cozinha no fim de semana. Fica aqui uma lista com os melhores brunch de Lisboa pela TimeOut: https://www.timeout.pt/lisboa/pt/restaurantes/os-melhores-brunches-em-lisboa

– Mercado da Baixa. Acontece na Praça da Figueira, bem no centro de Lisboa, no último fim de semana de cada mês. Desta vez, prolonga-se até ao feriado de 1 de maio. Bancas improvisadas onde se pode encontrar produtos nacionais como vinho, enchidos e queijos, doces regionais, artesanato, etc.

-Passeio no Jardim Botânico de Lisboa. Este jardim é um dos espaços verdes mais importantes da cidade (é classificado como monumento nacional) e reabriu no início deste mês, depois de uma requalificação. Quem quiser aproveitar, tem o Museu de História Natural mesmo ao lado!

– Exposição “The Happy Show” no MAAT. Medir a felicidade. Será possível? Stefan Sagmeister aceitou o desafio. Uma exposição que aborda a felicidade de uma maneira divertida, com recurso a vídeos, infografias e, sobretudo, humor e provocação. Giro para levar a criançada!

– Dias de Música em Belém. Nos vários palcos de CCB vai ouvir-se música erudita, jazz, fado e gospel, parte da obra do pintor holandês Hieronymus Bosch.

– Indie Lisboa. O festival de cinema internacional que comemora 15 anos! 250 filmes que vão passar, até ao dia 6 de maio, mas principais salas da cidade: Cinema São Jorge, Culturgest, Cinema Ideal, Cinemateca e Palácio Galveias.

partilhar
0