Love Cuca
Subscrever Texto
mail submit

As minhas Paixões

É complicado enumerar as minhas paixões, pois vivo uma vida intensa e com muita actividade. Claro que antes de mais estão os meus filhos, por quem faria qualquer coisa: são a minha grande paixão e nada se compara ao milagre da vida. Com a Benedita aprendi que o Amor é a única coisa que se multiplica quando se divide, já o Lopo surpreende-me todos os dias – e diariamente dou graças a Deus por estas duas dádivas que tanto me completam.

Cuca Roseta

A seguir aos filhos está, obviamente, o meu Marido e a minha Família. Eles são a minha base, o meu pilar. Aos meus Pais devo grande parte do que sou, são eles afinal que desde pequena permitiram que expandisse todos os meus sonhos e vocações – sempre me deram asas para voar. Nas minhas irmãs e irmão tenho os meus primeiros confidentes, numa partilha e entre-ajuda constante. Agradeço diariamente a família que tenho pois não podia ser melhor.

Cuca Roseta

Nos meus amigos tenho também um porto seguro. Tenho as melhores amigas do Mundo, estamos sempre lá umas para as outras, partilhamos as ambições e as frustrações. Passámos já tanto, mas tanto, juntas, das férias e festas aos momentos menos bons que todas já passámos. Dizemos umas às outras o que queremos e não queremos ouvir, afinal os amigos também servem para nos chamar a atenção quando não estamos “no caminho”.

O Fado trouxe-me sentido à vida. Trouxe-me a sensação de uma missão, faz-me sentir um instrumento de uma força maior. E com esta musica quero chegar aquele lugar onde agradecemos a vida, quero que amem também este sentimento e orgulho tão português, esta emoção e sentidos feitos música e Arte. Às vezes tento imaginar como seria a minha vida sem o Fado, mas já não consigo. Acho que nasci para isto. Se paro de cantar alguns dias o meu corpo e alma pede-me que me expanda dessa forma. Considero que sem a Arte o Mundo seria mais triste, e sem música não faria qualquer sentido. Desejo que a minha música chegue aos outros e toque naquele lugar especial, assim como tantos artistas o fazem quando eu sou espectadora – e mudam a minha vida.

Cuca Roseta

No Taekwondo e no ginásio encontro-me com o meu corpo e espírito que é também o meu templo. Encontro-me com o meu auto-controlo, os meus limites e o meu conhecimento mais profundo. Levam-me a superar e a criar novos medos e limites, e isso transparece enquanto lição para tudo o que faço depois. Afinal de contas os limites não existem, só na nossa cabeça. Podemos ser muito mais do que aquilo que imaginamos. Podemos ir muito mais longe do que aquilo que almejamos. No Yoga encontro tudo de mim, o bom e o mau e aprendo que através da disciplina e acima de tudo de respiramos tudo aquilo que vivemos encontramos um ponto de equilíbrio fulcral: uma meditação que nos leva para outro plano, de serenidade, paz e de confiança.

Depois tenho as paixões mais simples, as do dia-a-dia. As saídas para ver o mar, as trilhas, os meus cuidados da pele e cabelo diários que me fazem sentir tão bem; há aquela base que é uma base para um dia a dia feliz, DW da Estée Lauder, que uso e abuso pois dá-me a segurança para sair à rua e enfrentar o Mundo. E o Advance Night Repair, que durante a noite me prepara para o dia seguinte! Afinal de contas sou muito tímida (muitos não acreditam) e estes “pormenores” fazem alguma diferença.

Cuca Roseta

Também adoro alimentar-me bem, cuidar do meu corpo, cuidar também da minha auto-estima e rapidez de raciocínio. Estou a atravessar uma fase Sushi e cevicheria, mas acima de tudo gosto de experimentar novos sabores e boa gastronomia, seja ela de onde fôr. Quando viajo sinto que a gastronomia local é uma porta de entrada na cultura que visito.

Cuca Roseta

Por fim, a Natureza. É nela que vejo o esplendor do trabalho de Deus, e a beleza da criação. As cores da Primavera, o calor do Verão, o Romantismo do Outono e mesmo a tristeza do Inverno fazem-me sentir viva. Adoro ver paisagens, ver árvores, ouvir os pássaros a cantar, as ondas a bater na areia e o Sol a despedir-se de mais um dia. Sempre que posso contemplo esta magia e agradeco o privilégio de estar “aqui e agora” rodeada de tanta beleza. É nos lugares mais simples que nos sentimos parte de um mesmo todo e tudo faz mais sentido.

LOVE
Cuca

Save

partilhar
0